Principal A Rádio Notícias Programação Enquetes Contato
Notícias

20/01/2015 - Quadrilha especializada em furto de caminhões é desarticulada

A Polícia Civil cumpre, desde o início da manhã desta terça-feira, 37 mandados de busca e apreensão e 18 de prisão temporária contra suspeitos de envolvimento em uma série de furtos, roubos e extorsões de caminhões na Região Metropolitana.

Denominada de Operação Tonelada, a ação policial é deflagrada por mais de 150 agentes em 16 municípios gaúchos, e também em Santa Catarina e no Paraná — Estados para onde parte dos veículos eram levados. A estimativa é que o grupo seja responsável por um prejuízo entre R$ 5 milhões e R$ 10 milhões para transportadoras e empresas de logística no Rio Grande do Sul.

Conforme as investigações — que duraram oito meses —, a partir da encomenda de receptores, criminosos furtavam caminhões no modelo pedido, desativavam os sistemas de GPS e levavam os veículos para sítios da Região Metropolitana. Um ou dois dias depois, os caminhões eram repassados para receptadores do Estado, que os levavam para Santa Catarina.

Por vezes, os veículos eram desmanchados em sítios e, depois, transportados em caminhões baús. Outras vezes, os veículos eram transportados pela BR-101 para Santa Catarina. Ainda faziam parte do esquema os chamados "plaqueiros", que produziam placas clonadas a partir do desvio de chapas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) por valores entre R$ 200 e R$ 400 por placa.

No Rio Grande do Sul, o principal receptador é Irondi Borges de Almeida, conhecido como "Cabelo", que mantinha ligação com outros dois principais receptadores de Santa Catarina: Rone Peterson de Abreu de Moura, que opera uma oficina de fachada em Tijucas, e Valdomiro Cardoso Pereira, conhecido por "Valma", com base em Sombrio. Os criminosos também mantinham contato com paranaenses, que adquiriam peças receptadas em Santa Catarina.

Em uma das mais de 30 mil ligações telefônicas interceptadas pela polícia, foi flagrada a negociação de um caminhão por R$ 35 mil — sendo que o valor de mercado ultrapassa R$ 200 mil. A investigação da Operação Tonelada, comandada pela Delegacia de Furto e Roubo de Veículos do Departamento de Polícia Metropolitana, começou após uma série de furtos ocorridos na Região Metropolitana — principalmente na área do Porto Seco, na Capital, e em Canoas. Após os crimes, os veículos não eram mais localizados.

Link: Clique aqui

Últimas notícias

03/03/2015 | Governo suspende por 60 dias resolução sobre placas de veículos no padrão do Mercosul
30/01/2015 | Obra do Salgado Filho que custou mais de R$ 30 milhões à Infraero terá de ser refeita pela Fraport
29/01/2015 | Em época de Páscoa, traficantes vendiam trufas e ovos de chocolate com maconha pela internet
27/01/2015 | EUA isentam Brasil, União Europeia e outros países da tarifação sobre aço e alumínio
26/01/2015 | Áudios mostram que traficantes da Capital dividiam lucros com líder preso
Radio Educadora - 1400 AM